Médicos - página 1 /4    

www.tendencia.cc

Alentejanos  

 

 

Uma gaja mesmo boa vai ao psiquiatra.

-Dr., preciso da sua ajuda. Todas as vezes que saio com um rapaz, logo

 no primeiro encontro vou para a cama com ele. É uma coisa incontrolável,

 não consigo resistir! No dia seguinte fico deprimida e com um sentimento 

de culpa enorme.

- Já sei! Quer livrar-se desse impulso, fortalecer o seu carácter e poder controlar

 melhor a sua vontade não é ?

- Não Dr., não é nada disso! Eu quero apenas que o Sr. me diga como é que faço

 para não ficar deprimida depois!


 

Havia um indivíduo que não tinha potência sexual e resolve ir ao médico

 e este passa-lhe uma receita. O homem vai à farmácia aviar-se e passados

 dois dias vai novamente ao médico;

- Então homem, conte lá coisas.

- Estou desanimado, Sr. Doutor. Cheguei a casa, tentei com uma mão, tentei

 com as duas e não consegui nada. Depois chamei a minha mulher que 

experimentou com uma mão, com as duas, até com a boca ela tentou e 

mesmo assim não deu resultado. A seguir fui ter com a empregada, pois

 podia ser do jeito. Ela tentou com as mãos, com a boca, tentámos todas 

as posições e mesmo assim não houve ninguém naquela casa que conseguisse

 abrir o raio do frasco que o Sr. Dr. receitou!...


 

No médico:

- Sr. Dr., se toco na perna dói-me, se toco no braço dói-me, se toco na 

cara dói-me. O que é que eu tenho?

- Um dedo partido.


 

No dentista:

- Sr. Dr., não sei se é pior arrancar um dente ou ter um filho!

- Veja lá se decide para eu saber em que posição devo colocar a cadeira.


 

 

Um homem foi ao medico porque estava com um problema de memória.

Sabe, Sr. Doutor, às vezes uma pessoa acaba de me contar algo e esqueço-me

 logo.

E desde quando o senhor sente isso?

Isso o quê?


 

Um homem vai ao psiquiatra:

- Qual é o seu problema? - perguntou o doutor.

- Bem... é que eu tive uma discussao com a minha sogra e ela disse-me que não

 falaria comigo durante um mês.

E o psiquiatra:

- Para muitos, isso não e' problema. Muito pelo contrário...

- Só que para mim é um grande problema!

- Mas porquê? - quis saber o psiquiatra.

- É que o prazo termina hoje!


 

Uma senhora de meia-idade chega ao hospital toda em frangalhos, vítima de

 atropelamento. O médico examina-a, enquanto a enfermeira vai anotando numa

 ficha:

- Escoriações na cabeça... fratura no braço direito... luxação na clavícula... 

desarticulação do tornozelo esquerdo... secção longitudinal na coxa esquerda

... - e virando-se para a mulher: - Qual a sua idade, minha senhora?

- Trinta e cinco!

O médico vira-se para a enfermeira:

- Anota também: "Perda de Memória."


 

O Paciente:

- Doutor, eu não sei o que acontece, mas ninguém nunca me leva a sério!

O Psicanalista:

- O senhor só pode estar brincando comigo!

 
Amigos    
Aulas    
Animais    
Anões    
Azares    
Bêbados    
Brasileiros    
Carros    
Cegos    
Ciganos    
Cuba    
Elefantes    
Épocas    
Era_uma_vez    
Expressões    
Especialistas    
Estrangeiros    
Família    
Fantasias    
Festas    
Futebol    
Farmácia    
Filmes    
Gagos    
Gays    
Geral    
Jovens    
Loiras    
Lojas    
Mortes    
Médico    
Nazis    
Namorados    
Naufrágios    
O_que_é?    
Os_Se´s    
Porcas    
Precoces    
Pais e filhos    
Países    
Patrões    
Peidos    
Policias    
Pretos    
Restaurantes    
Religião    
Ricos    
Roubos    
Sádicos    
Samora    
Sexo    
Casamento    
Sogras    
Sortudos    
Transportes    
Teste    
URSS    
Vida Conjugal    
Rainha da Noite    
Romeu    
Adivinha    
Verdades    
Linguagem    
Pinóquio    
Bolo_Amor    
Químico    
Alentejana    
Contradições    
Matemáticas    
Dicionário    
Ignorantes    
Engano    
Confusão  
 
Remador    
Palavra  
Pensamentos  
Seguinte » Médicos »1 2 3 4