Sádicos - página 1/3 

www.tendencia.cc

Alentejanos  

 

 

Estava uma senhora a conversar com uma criança magra e esfarrapada que

 brincava à beira da estrada.

- Pobre criança. Que faz o teu pai?

- O meu pai? Bebe!

- Bem me parecia. E a tua mãe?

- Também bebe!

- Lamentável! Tens irmãos ?

- Só um ... Os outros morrerram todos quando eram pequeninos ...

- Pois, não me admira! E o que faz esse teu irmão?

- O meu irmão está na faculdade de medicina.

- Na Faculdade de medicina !?!? Mas isso é formidável! O que é que ele lá faz?

- Está num frasco de álcool.


 

Numa família de sádicos diz o filho para a mãe:

- Mãe, não gosto da avó!

- Está bem filho. - responde a mãe - Então come só as batatas!


 

Um cachopo para a mãe

- Oh mãe, mãe , aquele embrulho azul é para mim ?

- Não filho, o embrulhinho azul é para o papá!

- Então o embrulho verde é que é para mim?

- Não, o embrulho verde é para a mamã!

- Então mamã, é o embrulho vermelho que é para mim, não é ?

- Não, o embrulho vermelho é para a mana !

- Oh mãezita, então este ano pelo Natal eu não tenho presente ?

-Então mas olha lá,tu com um tumor na cabeça ainda te convences que

 chegas ao Natal?


 

- Papá, porque é que já estás a fazer a árvore de Natal se ainda só estamos

 em Junho?

- Então o menino julga que com essa leucemia chega a Dezembro?!


 

Um grupo de sádicos decide matar uma avozinha. Juntam-se todos no topo de

 uma montanha e atiram a velhota.

Desataram-se todos a rir, mas, lá no fundo encontram uma criança a chorar. Vão ao

 seu encontro e dizem:

- Porque é que estás a chorar? Ainda agora atiramos a tua avó pela montanha 

abaixo!

- E eu não vi! - responde a criança.


 

 

Uma familia de sádicos vai dar uma volta de carro. No automóvel vai o 

marido, a mulher, o filho, o avô e a avó. De repente o pai abre a porta e 

empurra a avó, que se esborracha toda no chão. O resto da familia começa

 a bater palmas muito contentes. Passado mais alguns instantes o puto abre

 a porta e empurra o avô, que fica debaixo de um camião. O jovem delira, 

assim como o resto da família. Mais à frente, a porta do carro abre-se e 

fecha-se logo a seguir e o puto pergunta:

- Papá, o que foi isto?

- Fui eu que empurrei a tua mãe.

O jovem começa a chorar.

- Estás a chorar de quê, filho da puta?

- É que eu não vi.


 

- Mamã, mamã... o joãozinho comeu um cogumelo venenoso !!

- O que é que eu tenho a ver com isso ?? Deixa-me ler o meu livro !!

- Mamã, mamã.. o joãozinho caiu no rio e está a afogar-se !!!

- E daí ?? Ele ia morrer daquele cogumelo venenoso...


 

- Mamã, quero bolachinhas!

- Agora não.

- Mas mamã, eu queria mesmo bolachinhas...

- Está bem, o pacote está em cima do móvel.

- Mas mamã, eu não tenho bracinhos.

- Não tem bracinhos, não come bolachinhas!!!

 
Amigos    
Aulas    
Animais    
Anões    
Azares    
Bêbados    
Brasileiros    
Carros    
Cegos    
Ciganos    
Cuba    
Elefantes    
Épocas    
Era_uma_vez    
Expressões    
Especialistas    
Estrangeiros    
Família    
Fantasias    
Festas    
Futebol    
Farmácia    
Filmes    
Gagos    
Gays    
Geral    
Jovens    
Loiras    
Lojas    
Mortes    
Médico    
Nazis    
Namorados    
Naufrágios    
O_que_é?    
Os_Se´s    
Porcas    
Precoces    
Pais e filhos    
Países    
Patrões    
Peidos    
Policias    
Pretos    
Restaurantes    
Religião    
Ricos    
Roubos    
Sádicos    
Samora    
Sexo    
Casamento    
Sogras    
Sortudos    
Transportes    
Teste    
URSS    
Vida Conjugal    
Rainha da Noite    
Romeu    
Adivinha    
Verdades    
Linguagem    
Pinóquio    
Bolo_Amor    
Químico    
Alentejana    
Contradições    
Matemáticas    
Dicionário    
Ignorantes    
Engano    
Confusão  
 
Remador    
Palavra  
Pensamentos  
Seguinte » Sádicos »1 2 3