Aulas - página 1/5     

www.tendencia.cc

Alentejanos  

 

 

Na aula de biologia, o professor pergunta:

- Joãozinho! Quantos testículos nós temos?

- Quatro professor - responde o menino sem pestanejar.

- Quatro? Você ficou doido?

- Bem... Pelo menos os meus dois eu garanto!


 

O professor de Matemática levanta uma folha de papel em uma das mãos e 

pergunta para Joãozinho:

- Se eu dividir essa folha de papel em quatro pedaços, Joãozinho, com o que 

eu fico?

- Quatro quartos, professor!

- E se eu dividir em oito pedaços?

- Oito oitavos, professor!

- E se eu dividir em cem pedaços?

- Papel picado, professor!


 

O rapaz está a ir para a escola. No caminho, encontra uma colega de turma, 

que não conseguia parar de rir:

- Interessantes essas meias que estás a usar, Ricardinho... uma amarela e outra 

azul...

- É verdade. Tem graça é que lá em casa tenho outro par igual!


 

A professora mandou fazer uma composição para o dia seguinte sobre o tema: 

'Mãe, há só uma'.

 No outro dia a professora mandou o Joãozinho ler a dele;

- Quando eu era mais pequeno, fui passear com a minha mãe e então ela parou 

para ver uma montra e eu comecei a atravessar a estrada. Veio um carro e quando 

estava quase a ser atropelado, a minha mãe salvou-me. Mãe, há só uma.

- Muito bem Joãozinho. Agora podes ser tu Manuelzinho.

- A semana passada fui com os meus pais à praia e fui tomar banho ao mar. 

Veio uma onda e arrastou-me. Quando estava quase a ser levado, aparece

 a minha mãe e salvou-me.

 Mãe, há só uma.

- Muito lindo Manuelzinho. Lê agora a tua, Zézinho.

- Eu ontem estava em casa a ver um filme pornográfico com a minha mãe. 

Ela manda-me ir ao frigorífico buscar duas cervejas, eu vou lá, abro o frigorífico

e digo:

 'Mãe, há só uma'.


 

Num colégio de crianças deficientes, o professor ia passando perto do refeitório

 quando o cozinheiro chega e pergunta:

- Quer comer uma torta, professor?

- Não, agora não, obrigado! Acabei de comer uma ceguinha!


 

Joãozinho está brigando na rua, com um menino que deveria ter a metade da sua

 idade. 

Um senhor que passava por eles se aproxima e os separa.

- Você não tem vergonha? - diz ele se dirigindo ao Joãozinho. - Bater num menino

 bem menor do que você? Seu covarde!!

- O senhor queria o quê? - respondeu ele. - Que eu ficasse esperando ele crescer?


 

Joãozinho e Luisinho conversam na hora do recreio.

- Meu pai é tão alto - diz Luisinho, contando vantagem. - mas tão alto que um dia 

ele levantou os braços e encostou a mão nos nuvens.

- Quando ele encostou sentiu algo macio? - perguntou Joãozinho sem querer ficar

 por baixo.

- Exatamente.

- Pois era o saco do meu pai!


 

Joãozinho batendo boca com um coleguinha do prédio:

- Meu pai é melhor que o seu - desafia o coleguinha.

- É porra nenhuma! - retruca Joãozinho.

- Meu irmão é melhor que o seu!

- É o caralho!

- Minha mãe é melhor que a sua!

- Bem... isso pode ser! Meu pai vive dizendo a mesma coisa!

 
Amigos    
Aulas    
Animais    
Anões    
Azares    
Bêbados    
Brasileiros    
Carros    
Cegos    
Ciganos    
Cuba    
Elefantes    
Épocas    
Era_uma_vez    
Expressões    
Especialistas    
Estrangeiros    
Família    
Fantasias    
Festas    
Futebol    
Farmácia    
Filmes    
Gagos    
Gays    
Geral    
Jovens    
Loiras    
Lojas    
Mortes    
Médico    
Nazis    
Namorados    
Naufrágios    
O_que_é?    
Os_Se´s    
Porcas    
Precoces    
Pais e filhos    
Países    
Patrões    
Peidos    
Policias    
Pretos    
Restaurantes    
Religião    
Ricos    
Roubos    
Sádicos    
Samora    
Sexo    
Casamento    
Sogras    
Sortudos    
Transportes    
Teste    
URSS    
Vida Conjugal    
Rainha da Noite    
Romeu    
Adivinha    
Verdades    
Linguagem    
Pinóquio    
Bolo_Amor    
Químico    
Alentejana    
Contradições    
Matemáticas    
Dicionário    
Ignorantes    
Engano    
Confusão  
 
Remador    
Palavra  
Pensamentos  
Seguinte » Aulas  »1 2 3 4 5